Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gotas de Sol

Dom | 09.02.20

Desistir antes de começar

Menina do Mar

1 (305).jpg

(imagem retirada da internet)

 

      Estou a dar-me por derrotada, sem lutar. Estou a desistir antes de começar.

      É difícil explicar, mas vou tentar fazê-lo, porque preciso…

   Sinto que em alguns aspetos da minha vida estou a conseguir mudar. Alguns com mais facilidade, outros nem tanto, mas sinto que me dedico e que consigo obter alguns frutos do meu esforço.

     Quando faço algo por mim ou pelos outros, quando sinto que estou a viver, parece que os dias têm mais horas, o que é estranho. Parece que a vida quer que eu perceba que são estes momentos que tenho de saborear com maior intensidade, visto já ter vivido tantos anos de negatividade na minha existência.

    Ainda assim, em determinados assuntos, não consigo evitar que o negativo seja superior ao positivo.

    É difícil perceber e aceitar que eu própria também mereço ser feliz. E as lágrimas caem neste momento. É difícil aceitar que certas pessoas gostam de mim de verdade.

     Nunca fui uma pessoa muito amada, no geral. Os últimos anos não foram muito fáceis nesse aspeto.

      Através de determinadas situações, os pensamentos e crenças foram sendo alterados.

     Quando sentes tudo com muita intensidade e és desiludido, existem, inevitavelmente, mudanças em ti – mudanças positivas e outras nem tanto.

     As mudanças boas são aquelas que te fazem perceber o que é realmente importante na tua vida. Aquilo que te acrescenta, que te faz feliz, que te faz crescer enquanto ser humano. Aquilo que te faz feliz.

     As mudanças negativas correspondem aos pensamentos que vais construindo, tendo como base as tuas experiências. Pensamentos que te fazem ficar bloqueado…

     E não lutas… Porque não vale a pena… Porque, por muita força de vontade que tenhas, há sempre uma voz que sussurra ao teu ouvido e te alerta para o possível perigo.

     Estou a desistir, sim. Antes de começar. Provavelmente, tendo em conta o passado.

      Sou daquelas que sonha. Sonha o que precisa, mas que não existe na vida real.

    Sou daquelas que é capaz de escrever histórias bonitas, simplesmente imaginadas, que não saem do papel.

       Há sonhos difíceis de concretizar.

       Há lágrimas a cair neste momento…

       Há dias assim…

Sab | 08.02.20

Pensamentos: positivo vs negativo

Menina do Mar

161.png

(imagem retirada da internet)

      Ontem foi a minha segunda noite na minha casa. Associado ao facto de ir diretamente do trabalho para lá, de fazer jantar e de me organizar, estava marcado um café. Um café que me deixou demasiado ansiosa, ao ponto de sentir o coração a bater, bater, bater… Atenção! Foi um sentir o coração bater muito bom, porque mais uma vez estava a superar-me. Ia sair da minha zona de conforto, o que para mim não é fácil…

        Fui descontraída, apesar de tudo!... Aqui estava o “viver o presente” que me comprometi a fazer este ano. Ansiedade vs Descontração, completamente!

      Passado o café e já em casa, foi inevitável começar a pensar em tudo e fiquei triste. E estou completamente errada, na medida em que devia estar a valorizar o lado bom e, ao invés disso, estava a dar prioridade ao oposto. Mas foi inevitável…

       Como assim um rapaz tão bonito poderia algum dia ficar interessado por mim?!

       Porquê que não consegui fazer perguntas?!

       Porquê que estive tão calada?!

    Lá estive eu a evitar que alguém conhecesse o meu lado mais positivo, mais alegre, mais divertido… Fiquei tão triste comigo… E acho que isso aconteceu precisamente tendo em conta a primeira pergunta que escrevi à pouco. Na minha cabeça ficou, automaticamente, o alerta “Não vale a pena criares expectativas, porque vai ser impossível”.

      Hoje estou muito triste comigo e isto já não acontecia há muito tempo… Falta a confiança e a segurança em mim, a auto estima mais elevada, o pensamento de que sou tão capaz quanto outra pessoa qualquer.

        Estou triste comigo. Apenas comigo. Nunca mais perco os medos…

       Senti-me bem.

       Soube ouvir, que é uma das coisas que me caracterizam.

       Sorri.

       No fundo, fui feliz naquelas horas, mas a cabeça vai sempre buscar aquilo que não deve. E reparem que, ao escrever este texto, relatei primeiro o negativo e só depois o positivo. Isto tem de mudar. Tenho de começar a dar valor ao que de bom acontece.

Dom | 02.02.20

Balanço do mês de Janeiro: feito!

Menina do Mar

1 (377).jpg

      Comprometi-me, no início do ano, a fazer o balanço de cada mês, no seu final…

      O mês de Janeiro já acabou e o seu balanço já está feito. Foi um mês maioritariamente positivo e com muitos desafios. Foi um mês muito ativo, tendo em conta como costumam ser os meus meses…

     Na minha opinião, fazer o balanço ao fim de cada mês é muito positivo. Normalmente faz-se apenas no final do ano, acabando por alguns aspetos ficarem esquecidos. Além disso, no final de cada mês podemos refletir sobre o que foi bom e menos bom e mudar isso no mês seguinte!

     Os momentos importantes das semanas, tiro fotografia e imprimo pequenino para colocar na agenda que eu fiz, o que dá outra visualização das semanas…

       Estou a gostar deste desafio que coloquei a mim própria.

Pág. 4/4